Vídeo de vereador se masturbando em escola pública revolta população da Paraíba

Por Metro Jornal

Um vereador de Montadas, na Paraíba, aparece se masturbando em uma escola pública em um vídeo publicado em sua página no Facebook na última terça-feira (19). O material, de menos de 30 segundos, ficou no ar durante pouco mais de duas horas — tempo suficiente para que Sebastião da Costa Silva (PSB), de 46 anos, deixasse a população e seus eleitores chocados.

As imagens mostram o político, conhecido como "Basto de Militão", em atos obscenos em uma sala da escola estadual Maria José de Sousa, na zona urbana da cidade. Apesar de ter sido apagado, o vídeo ainda repercute nas redes sociais.

Consultado pelo "G1", Costa Silva admitiu que, de fato, é ele quem aparece nas imagens, mas questionou como elas foram parar na rede. Segundo ele, a postagem foi "um equívoco", provavelmente causado por uma falha no "touch screen" do celular.

O vereador argumentou que havia ido à escola para fazer uma limpeza do local, que tinha abrigado um evento no dia anterior. "O ato normal, porque todo homem faz isso. O vídeo foi gravado em uma sala fechada, onde não tinha presença de ninguém, além de mim. Eu reconheço a falha [por ter feito o vídeo na escola], mas todo mundo que se colocar no lugar vai entender", disse ao portal "G1".

Também de acordo com o site, a Polícia Civil ainda não teria sido notificada sobre o caso. Costa Silva afirmou que pretende processar quem compartilhou o vídeo. O parlamentar pode ter seu mandato cassado, caso a abertura do processo protocolado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Montadas, Cássio Avelino (PSD), seja aceita.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo