Morte de pedestres por atropelamento acontecem mais à noite em São Paulo

Por Metro Jornal São Paulo
Carroceiro foi atropelado na ponte da Freguesia do Ó - Nivaldo Lima/ Futura Press
Morte de pedestres por atropelamento acontecem mais à noite em São Paulo

O total de mortes de pedestres por atropelamento na capital subiu para 361 entre janeiro e novembro deste ano contra 359 no mesmo período do ano passado.

Os dados, do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito de São Paulo), revelam que  as faixas etárias com mais registros de morte em casos de atropelamentos na cidade são a que vai de 65 a 69 anos e a de 80 anos ou mais, com 33 vítimas em cada. Além disso, 115 mortes foram em acidentes ocorridos no período da noite (entre 18h e meia-noite), o que representa 32% do total.

Entrando para essa triste estatística, um carroceiro foi atropelado na noite de anteontem na ponte da Freguesia do Ó (zona norte). O motorista responsável disse que, ao ver o carroceiro atravessando a pista, não conseguiu frear a tempo.

A vítima, que estava sem documentos, foi levada ao hospital, mas acabou morrendo. 

Loading...
Revisa el siguiente artículo