Homem mata esposa grávida de 8 meses após vasculhar o seu WhatsApp

Por Metro Jornal São Paulo

Adilson Prado Lima Júnior, o marido da jovem Daiane Reis Mota, morta na tarde de sábado (16) com um tiro na nuca, na cidade de Serrinha, na Bahia, confessou que cometeu o crime por ciúme, após encontrar mensagens de conteúdo não divulgado no WhatsApp da vítima.

Daiane, de 25 anos, estava grávida de oito meses e teve seu corpo sepultado na manhã de segunda-feira (18), data prevista para o nascimento de seu filho, que também não sobreviveu.

Leia mais:
Filho joga mãe idosa e em tratamento de câncer da varanda de casa
Mulher é morta pelos próprios cães durante passeio

O corpo da jovem foi encontrado em um matagal no último domingo. Em um primeiro momento, Lima Júnior havia relatado o desaparecimento de Daiane à polícia, mas depois confessou que havia chamado a jovem para conhecer um terreno e cometeu o crime. Ele foi indiciado por feminicídio e deve cumprir a pena no presídio de Serrinha.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo