Homem de 55 anos é diagnosticado com febre amarela em Jundiaí

Por Agência Brasil

Um homem de 55 anos, morador da zona rural de Jundiaí, no interior de São Paulo, foi diagnosticado com febre amarela, segundo a prefeitura da cidade. O resultado foi confirmado na última segunda-feira (18) pelo Instituto Adolpho Lutz, embora o paciente esteja internado com quadro estável desde 29 de novembro.

Leia mais:
Saiba onde se vacinar contra a febre amarela na zona norte de São Paulo
Vai ter vacina da febre amarela em shoppings e mercados de SP

De acordo com a prefeitura, o homem foi o único da sua família a recusar a vacina, amplamente oferecida no bairro de Ivoturucaia, onde ele mora. O balanço do município indica que 92% da população foram vacinados – o vírus está em circulação na zona rural da cidade e em fragmentos de mata.

Foram registradas 201 mortes de macacos em Jundiaí, sendo que 72 deles tiveram confirmação de febre amarela. Um macaco com diagnóstico positivo foi encontrado a três quilômetros da casa da vítima, perto da cidade de Jarinu.

As doses da vacina contra febre amarela continuam à disposição da população nas 36 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município, inclusive nas unidades que funcionam com horário ampliado de atendimento (Tamoio, Hortolândia, Agapeama e Novo Horizonte). A meta é atender pelo menos 95% da população. Na área rural, agentes de saúde fazem a imunização de casa em casa.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo