MP tenta 'sufocar economicamente' o crime organizado, diz procurador

Por band.com.br

Em entrevista ao Café com Jornal, o procurador-geral do Estado de São Paulo, Gianpaolo Smanio, disse que o Ministério Público (MP) está trabalhando para "sufocar economicamente" o crime organizado, ou seja, "encontrar as fontes do recurso e localizar a lavagem de dinheiro".
Para isso, "é preciso aperfeiçoar o sistema de proteção de testemunhas e delatores".

Smanio também esclareceu sobre algumas investigações:

1) Túnel Ayrton Senna – já foi bloqueado na Suíça U$ 1,7 bilhão e a prefeitura de São Paulo já recuperou mais de U$ 55 milhões.

2) Cartel do Metrô – são 19 ações judiciais propostas e um acordo encaminhado às empresas envolvidas.

3) Escândalo da Merenda – análise final da investigação está próxima.

Smanio ressaltou os resultados do projeto “Torcida Única” (nos clássicos de futebol), iniciativa do MP: "os índices de violência caíram absurdamente". "Nesse momento é preciso controlar a violência para que a festa possa ser feito de maneira segura para as famílias".

O procurador também falou sobre a autonomia do Ministério Público: "É preciso assegurar a autonomia, independência e liberdade pra atuação do MP. Nós repudiamos qualquer tipo de investida contra a independência e autonomia do MP. O MP é um investimento da sociedade brasileira, precisa ser preservado para que ele possa avançar. É uma conquista da democracia brasileira".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo