Faculdade de Letras da USP recebe e-mail com ameaça de atentado

Por Metro Jornal, com Estadão Conteúdo
FFLCH (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras) da USP, no Butantã, zona oeste de São Paulo - Zé Carlos Barretta/Folhapress
Faculdade de Letras da USP recebe e-mail com ameaça de atentado

Um e-mail, enviado nesta segunda-feira (4), fazia uma ameaça aos estudantes da USP (Universidade de São Paulo). De acordo com a mensagem, o autor apareceria nesta noite no campus vestindo uma touca preta "ninja" e duas pistolas 9 mm com o objetivo de atingir "o maior número possível" de homossexuais, travestis, "esquerdistas" e feministas.

O autor do e-mail também faz menção a um episódio que aconteceu na universidade na última semana, em que estudantes expulsaram, com agressões físicas e verbais, um pesquisador e militante integralista de um evento promovido na instituição, o Sexto Simpósio de Filologia e Cultura Latinoamericana, em que ele foi impedido de falar. Um vídeo circulou nas redes sociais mostrando o momento da expulsão do homem, identificado como Victor Emanuel Vilela Barbuy, que não tem ligação com a USP. "Vocês acham que sao os machões não é? Juntaram 12 para bater em um jovem do movimento integralista?", diz o texto do e-mail.

Em nota, a FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) afirmou que repudia toda e qualquer forma de violência e reafirmou seu compromisso com o pluralismo e o livre debate das ideias. Diante da ameaça de agressão a sua comunidade, a Direção da Faculdade relatou o episódio imediatamente à Superintendência de Segurança da USP, que acionou as autoridades policiais.

De acordo com a nota, o autor da mensagem já foi identificado e foram tomadas as providências para garantir o funcionamento normal de todas as atividades acadêmicas. Desta forma, as atividades na universidade seguem sem alterações.

Veja o e-mail:

Carta ameaça USP Reprodução

Confira a nota da faculdade na íntegra:

"A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas repudia toda e qualquer forma de violência e reafirma o seu compromisso com o pluralismo e o livre debate das ideias.

Neste sentido, a Faculdade considera inaceitável a ocorrência de episódios que violam o direito à livre expressão, e se posiciona contrária aos acontecimentos crescentemente recorrentes na sociedade brasileira.

A Direção da Faculdade informa que, diante da ameaça de agressão a sua comunidade encaminhada por e-mail nesta data, relatou o episódio imediatamente à Superintendência de Segurança da USP. Este Órgão acionou as autoridades policiais, que já identificaram o autor da mensagem e tomaram as providências cabíveis para garantir o funcionamento normal de todas as atividades acadêmicas.

Sendo assim, nenhuma atividade foi ou será suspensa."

Loading...
Revisa el siguiente artículo