Campinas se junta à capital para combater contrabando

Por Metro Campinas
Apreensões feitas pelo Nurce - Divulgação / Polícia CIvil
Campinas se junta à capital para combater contrabando

Com perda de R$ 850 milhões apenas com evasão fiscal no município, Campinas aderiu na última sexta-feira (1) ao Movimento Legalidade para combater o contrabando.

O valor, segundo o FNCP (Fórum Nacional contra a Pirataria e a Ilegalidade), seria suficiente para construir sete hospitais, ou 140 unidades de Pronto Atendimento, ou 1.700 Unidades Básicas de Saúde, por exemplo.

São Paulo e Recife já integram o movimento, sendo Campinas o terceiro município a fazer parte do grupo.

As ações serão desenvolvidas em quatro frentes: movimento sustentável de aproveitamento das apreensões e descarte de produtos, educação do comerciante sobre práticas ilegais, simplificação de práticas que estimulam a informalidade e campanha de comunicação e mídia.

Além dos R$ 850 milhões de evasão fiscal em Campinas, na RMC (Região Metropolitana de Campinas), o valor também assusta. A evasão nas 20 cidades que compõem o grupo chega a R$ 1,3 bilhão.

Loading...
Revisa el siguiente artículo