Marechal Deodoro em SBC vai funcionar até 22h com o dobro de GCMs

Por Vanessa Selicani - Metro ABC
Guardas vão usar bicicletas elétricas no patrulhamento - Gabriel Inamine/PMSBC
Marechal Deodoro em SBC vai funcionar até 22h com o dobro de GCMs

As lojas do comércio de rua de São Bernardo vão fechar mais tarde a partir de sexta-feira de olho nas compras natalinas. O expediente tradicional das 8h às 20h passará a se estender até as 22h. Para garantir a segurança de lojistas e consumidores, a prefeitura, em parceria com a Polícia Militar, anunciou o início da operação Patrulha de Natal

De acordo com o secretário de Segurança Urbana da cidade, coronel Carlos Alberto dos Santos, a rua Marechal Deodoro, maior centro de comércio de rua da cidade, terá o dobro de GCMs (Guarda Civis Municipais). O número total passará de 20 para 40. A via terá também três bases fixas e atenção redobrada no videomonitoramento. “Temos seis câmeras na Marechal. Normalmente, na Central de Monitoramento, um guarda monitora cerca de 30 câmeras. No período do programa, vamos manter um homem para cada equipamento da rua”, afirmou.

A promessa é que não só a Marechal passe pelo reforço na segurança, mas também outros centros comerciais da cidade, como os localizados no Rudge Ramos, Taboão e Demarchi.

O prefeito Orlando Morando (PSDB) disse que liberou horas extras dos guardas durante a operação de Natal para aumentar o efetivo nas ruas. “Já investimos em hora extra na operação Noite Tranquila. Normalmente, a adesão é alta entre os GCMs. Com isso, será possível aumentar o efetivo em um terço. Esperamos ter entre 30% e 40% a mais de guardas durante a operação nos centros comerciais”, afirmou. O investimento será de R$ 250 mil.

De acordo com o prefeito, a cidade conta com 838 guardas, que se dividem em três turnos. O pagamento de horas extras permitirá ao menos 500 deles nas ruas, incremento de ao menos 280.

Os guardas contarão com o apoio de seis bicicletas elétricas para o patrulhamento. Elas foram doadas por 60 dias por uma empresa da cidade, que disponibilizou outros sete veículos também para a GCM de Santo André.

Furto preocupa comércio
|
O presidente da Acisbec (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo), Valter Moura, disse que os furtos são os crimes mais comuns nas áreas comerciais. “Os assaltos são bem poucos, mas o furto preocupa. É comum aqui porque a via é de fácil acesso e o cidadão é descuidado. As pessoas ficam distraídas”, afirmou.

De acordo com dados da SSP (Secretaria de Segurança Pública), o 1º DP, que atende a região central, registrou entre janeiro e outubro deste ano 1.768 furtos, média de seis por dia. Entre os objetos mais procurados pelos ladrões estão os celulares.

Para ajudar os frequentadores a não serem alvos fáceis nos centros comerciais, os lojistas vão distribuir um manual de comportamento. O material foi elaborado pela GCM e PM e traz dicas como não andar com muito dinheiro, não realizar compras sozinho e desconfiar de esbarrões e empurrões.

Economia

O presidente da Acisbec disse esperar aumento de 8% no movimento e vendas neste ano, depois de um 2016 com estagnação. “As pessoas estão mais otimistas e há menos risco de desemprego”, afirmou.

As ruas da cidade devem ficar mais um ano sem decoração de Natal. De acordo com prefeitura e a associação, responsáveis todos os anos pelos enfeites, não houve verba disponível. 

Loading...
Revisa el siguiente artículo