Morre menino de três anos vítima de acidente provocado por motorista bêbado

Por Estadão Conteúdo
Reprodução
Morre menino de três anos vítima de acidente provocado por motorista bêbado

O menino Miguel Arruda da Motta Silveira Neto, de 3 anos e 11 meses, morreu na tarde dessa segunda-feira (27), no Hospital Santa Joana, no Derby, área central do Recife (PE). Ele é mais uma vítima de acidente de trânsito que vitimou uma família na capital pernambucana.

O menino havia sido internado no domingo (26), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica, em estado grave, instável e em coma decorrente de trauma craniano após colisão provocada por um motorista embriagado, no cruzamento da Estrada do Arraial e da rua Cônego Barata, na zona norte do Recife. Por meio de nota, o Hospital Santa Joana informou que o menino morreu às 14h50 dessa segunda, e permaneceu em estado gravíssimo durante todo o período de internação.

Segundo o hospital, o menino foi "submetido de imediato à procedimento neurocirúrgico, além de medidas clínicas para estabilização do quadro", mas não resistiu aos ferimentos.

O pai do menino, o advogado Miguel Arruda da Motta Silveira Filho, de 46 anos, e a irmã do garoto, Marcela Guimarães Motta Silveira, de cinco anos, que também se feriram durante a colisão permanecem internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Joana.

Os velórios e enterros da advogada e funcionária do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE), Maria Emília Guimarães, e do seu filho, Miguel, aconteceram no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, por volta das 20h30 desta segunda-feira.

A babá Roseane de Brito Souza, de 35 anos, que morreu vitimada pelo acidente, foi velada no município de Aliança, na Zona da Mata Norte do Estado, na tarde dessa segunda-feira. O enterro ocorreu no cemitério da cidade.

Na audiência de custódia no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano (TJPE), o juiz Luiz Carlos Vieira decidiu pela prisão preventiva do estudante de Engenharia Civil, João Vitor Ribeiro de Oliveira, de 25 anos, autor do acidente.

Ele vai responder pelos crimes de homicídio doloso (quando há intenção de matar) e lesão corporal gravíssima. Oliveira estava embriagado no momento do acidente e avançou um semáforo vermelho em alta velocidade, atingindo violentamente o carro da família, que ficou destruído. Ele foi levado para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), localizado em Abreu e Lima (PE).

Loading...
Revisa el siguiente artículo