Projeto combate assédio sexual nos ônibus de Campinas

Programa prevê que motorista deve parar o veículo e chamar a policia assim que for informado sobre eventual abuso

Por Metro Jornal Campinas
Ônibus na av. Amoreiras, em Campinas - Arquivo/ Metro
Projeto combate assédio sexual nos ônibus de Campinas

Começou a tramitar na Câmara de Campinas um projeto que prevê a criação de um programa municipal de combate ao assédio sexual no transporte coletivo.

De autoria do vereador Jota Silva (PSB), o projeto determina que os motoristas serão orientados de, ao menor sinal desse tipo de violência, pare o veículo, preste a primeira assistência à mulher e, se for caso, peça a presença de forças de segurança, como Policia Militar ou Guarda Municipal.

O programa prevê ainda que a Emdec – a empresa que gerencia o sistema de transporte na cidade – promova campanhas educativas sobre o tema. “A ausência de repressão estatal a este tipo de crime, permite com que os abusadores continuem a perpetrá-la”, afirma o vereador.   

Loading...
Revisa el siguiente artículo