Motoristas de Uber protestam contra projeto da prefeitura de Campinas

Por Metro Campinas
Cerca de 100 motoristas participaram do ato - denny cesare/folhapress
Motoristas de Uber protestam contra projeto da prefeitura de Campinas

Cerca de 100 motoristas de Uber protestaram ontem à tarde no centro da cidade, contra o projeto da Prefeitura de Campinas que regulamenta o uso de aplicativos no sistema de transporte de passageiros em Campinas.

O ato – que começou no Largo do Rosário, no início da tarde, terminou cerca de três horas depois, em frente ao prédio da prefeitura, na avenida Anchieta.

Os motoristas querem mudanças em pelo menos dois pontos do projeto – o que exige que o carro seja licenciado na cidade e que o motorista tenha domicílio em Campinas.

“Caso a lei seja aprovada na Câmara, nós vamos continuar nos mobilizando, de modo a traçarmos uma estratégia para que a lei não permaneça em vigor”, promete o motorista Alan Machado, um dos organizadores da manifestação.

Jefferson da Silva, outro organizador do protesto e motorista do aplicativo, afirma que o Uber não é contra a regulamentação, mas sim contra a forma como foi elaborada.

Oito motoristas foram recebidos pelo secretário de Transportes, Carlos José Barreiro, mas as negociações pouco avançaram, segundo informou o motorista Gilson Alerna, que participou da reunião com o secretário. “A gente queria pelo menos mostrar o nosso lado”, explicou ele.

O projeto foi votado em primeira discussão na Câmara, no dia 13 de novembro e volta ao plenário para a segunda votação no dia 27.

A prefeitura diz que o projeto traz equilíbrio ao sistema ao introduzir regras para aplicativos, assim como há para os taxistas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo