Aeroporto de Congonhas deve ganhar nova passarela de acesso até o Natal

Por Metro Jornal
Passagem elevada terá 75 metros de uma ponta a outra, além de elevadores e degraus iluminados - Passagem elevada terá 75 metros de uma ponta a outra, além de elevadores e degraus iluminados | André Porto/Metro Jornal
Aeroporto de Congonhas deve ganhar nova passarela de acesso até o Natal

Paliativo, mas que já funciona há dois anos, a estrutura provisória para a travessia dos pedestres que querem entrar e sair do aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, deve se despedir em definitivo neste fim do ano.

A Prefeitura de São Paulo promete inaugurar mês que vem a nova passarela de Congonhas – oficialmente chamada de Comandante Rolim Amaro e que cruza a avenida Washington Luís.

Depois de uma série de planos frustrados, a administração iniciou em junho as construções da nova passarela. O projeto, que prevê também a abertura de uma praça, foi orçado em R$ 6,7 milhões e está sendo custeado por nove entidades.

Entre os responsáveis pelo projeto está o arquiteto Marco Artigas, neto de Vilanova Artigas, um dos mais importantes arquitetos brasileiros e que concebeu a passarela original, aberta em 1974.

Nos últimos dias, guindastes ergueram e encaixaram as estruturas metálicas que irão compor a nova passarela. No centro, a escadaria circular e de concreto está sendo restaurada. O acesso pelas laterais se dará também por elevadores, uma novidade.

A passarela terá rampas de acessibilidade, o que não havia antes, degraus iluminados e uma praça de 262 metros quadrados com bancos, banheiro e espaço para food trucks – tudo monitorado por 12 câmeras.

Calendário apertado

Para quem passa pela estrutura provisória, a nova passarela já parece quase pronta para a inauguração, ainda que os trabalhos nos elevadores e nas escadas laterais estejam pela metade. Por enquanto, a praça é só um canteiro de obras e, sem perguntar para algum funcionário, é difícil imaginar onde ela será construída.

Os operários que encaram a obra no dia a dia disseram que ao Metro Jornal que 15 de dezembro é a data definida para a entrega. Eles admitiram que o prazo é “apertado” e que deve ocorrer algum atraso, mas que será curto, de até três dias.

Para os comerciantes ambulantes da região, não há duvidas de que a obra avança diariamente. Mesmo assim, eles acreditam que é “impossível” terminar tudo em menos de um mês.

Ao Metro Jornal, a Secretaria de Serviços e Obras informou que a passarela será aberta ao público em dezembro, mas que a praça só deve ficar pronta em janeiro do ano que vem, quando o projeto será concluído. 

Cronologia
Loading...
Revisa el siguiente artículo