No retorno do feriado, motorista enfrenta estradas com chuva e lentidão

Por Estadão Conteúdo
Trânsito na rodovia dos Bandeirantes - Adriano Vizoni/Folhapress
No retorno do feriado, motorista enfrenta estradas com chuva e lentidão

Apesar da previsão de menos tráfego nas rodovias nesta segunda-feira, 20, feriado pelo Dia da Consciência Negra, os motoristas encontraram as estradas em direção à capital paulista com trânsito lento por causa das chuvas. No retorno da Baixada Santista pelo Sistema Anchieta-Imigrantes, mesmo com a Operação Subida, com oito pistas em direção a São Paulo, havia 18 quilômetros de trânsito quase parado na Imigrantes, às 17h. Pela Anchieta, a subida da serra também estava travada. O motorista que saiu do Guarujá pegou a Cônego Domenico Rangoni com seis quilômetros de lentidão.

Com a visibilidade reduzida pela chuva e névoa, a Polícia Rodoviária Estadual foi obrigada a adotar a Operação Comboio, escoltando os veículos no início do planalto. Na rodovia Presidente Dutra, havia 21 quilômetros de congestionamento nas regiões de Pindamonhangaba e Guarulhos. Pancadas de chuva eram registradas ao longo do trecho. Na Fernão Dias, o retorno à capital tinha 10 quilômetros de veículos parados na passagem por Mairiporã.

Na Régis, sob chuva fina, os carros paravam entre o km 287 e o km 280, em Embu das Artes. A Castelo Branco apresentava lentidão no km 68, em Itu, e no km 50, em São Roque. Na Raposo Tavares, o congestionamento se estendia por seis quilômetros a partir de Cotia, em direção à capital. Já o Sistema Anhanguera-Bandeirantes somava 15 quilômetros de congestionamento na altura de Jundiaí e na chegada a São Paulo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo