Uber deve subir 125% em Campinas com a regulamentação

Por Tote Nunes - Metro Campinas
Votação do projeto na Câmara municipal - LUCIANO CLAUDINO/FOLHAPRESS
Uber deve subir 125% em Campinas com a regulamentação

Se o projeto do Executivo que regulamenta o uso de aplicativos no sistema de transporte de passageiros em Campinas entrar em vigor da forma como foi apresentado, o valor da tarifa para os carros do Uber deve subir mais que o dobro do praticado hoje.

Simulação feita pela empresa levando em conta as viagens realizadas na cidade em quase dois anos de operação, as exigências contidas no projeto vão elevar o valor da corrida em cerca de 125%. A simulação apurou ainda, que o tempo de espera por um carro vai crescer praticamente na mesma proporção.

Isso se deve, segundo a empresa, à proibição de veículos com placa de fora de prestarem o serviço em Campinas. Se deve também à imposição de o motorista ser o proprietário formal do carro. Com isso, diz a simulação, haverá redução na oferta de veículos da ordem de 52%.

“Essa é a parcela de parceiros da Uber que ficarão impedidos de obter autorização da Emdec para atuar na cidade”, afirma a empresa.

O projeto foi votado em primeira discussão na Câmara, na última segunda-feira e foi aprovado quanto a legalidade.

O vereador Tenente Santini (PSD) – que propôs mudanças no projeto, mas teve quatro emendas rejeitadas pelo plenário – perto de 300 mil pessoas usam aplicativos – Uber, Cabify ou 99Pop – como sistema de transporte na cidade. Ele estima que cerca de 5 mil pessoas vivem da atividade na cidade.

A Cabify também criticou o projeto. Diz que a proposta é inconstitucional ao impedir, por exemplo, que uma pessoa more numa cidade e trabalhe em outra.

Loading...
Revisa el siguiente artículo