Exposição retrata a vida e a obra de Aleijadinho em Minas Gerais

Por Metro Jornal Belo Horizonte
Exposição retrata a vida e a obra de Aleijadinho em Minas Gerais

Uma mistura entre linguagens artísticas, música e memória. Letras, documentos raros e melodias que celebram os 280 anos da vida e da obra do patrono das artes no Brasil, o mineiro Antonio Francisco Lisboa. Preparada especialmente para a data, a exposição “Sobre Riscos e Pautas: o devocionário popular nas obras dos mestres João de Deus e Aleijadinho” recebe turistas e moradores de Ouro Preto, na região Central do Estado, até o dia 20 de novembro.

Em um prédio na histórica praça Tiradentes, o evento traz melodias que retratam a religiosidade e a efervescência cultural e artística do período barroco, além de documentos raros assinados por Aleijadinho. Os visitantes podem conferir também a partitura e ouvir todas as músicas. “A exposição possibilita explicar como Aleijadinho empreendeu as técnicas nas suas obras e a base do que desenvolveu há dois séculos atrás”, afirmou o curador, Vitor Sérgio Gomes.

De acordo com o especialista, são apresentados três recibos utilizados no arremate do Santuário Bom Jesus de Matozinhos, onde foram construídos os marcantes profetas, em Congonhas. “O mais fascinante elemento da produção artística do Aleijadinho é o fato dele ser tão exuberante e ousado, sendo um mulato e lidando com a arte sacra em um período que isso era normatizado, muito próximo da igreja”.

E a programação especial na cidade ainda inclui debates, workshops e celebrações religiosas. No sábado, aniversário de morte do artista, está prevista a confecção de tapetes devocionais, assim como acontece na Semana Santa, e uma missa.

 

Arte Aleijadinho

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo