1ª fase da Unesp foi 'justa' e de dificuldade média, dizem especialistas

Por Estadão Conteúdo
USP Imagens
1ª fase da Unesp foi 'justa' e de dificuldade média, dizem especialistas

Para especialistas ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo, a primeira fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp) teve nível de dificuldade entre médio e fácil. A avaliação é de que o exame, como em outros anos, utiliza melhor os textos do que outros provas, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – um só texto é usado para responder três ou quatro perguntas – e dá tempo para que o aluno responda com calma o que, de fato, aprendeu na escola.

A prova da primeira fase contém 90 questões de múltipla escolha, sendo 30 de linguagens e códigos (língua portuguesa, literatura, língua inglesa, educação física e arte), 30 de ciências humanas (história, geografia, filosofia e sociologia) e outras 30 de ciências da natureza e matemática (biologia, física, matemática e química). A segunda fase do exame será aplicada nos dias 17 e 18 de dezembro, domingo e segunda-feira.

"Para quem fez o Enem, deve ter achado a prova da Unesp bem mais acessível, principalmente em termos de tempo, considerando a extensão dos textos na parte de linguagem", avalia o coordenador pedagógico da Oficina do Estudante, Célio Tasinafo.

O especialista destacou que o exame tem foco em abordagens mais conceituais, sem entrar tanto em contextualizações com a vida real. "Muitas vezes fica uma avaliação do conhecimento pelo conhecimento", avalia. Tasinafo considerou as questões de Filosofia mais desafiadoras. "Acaba sendo um pouco mais puxado porque o tema não é tão valorizado no ensino médio. Mas virou tendência cobrar mais da disciplina, não só na Unesp como em outros vestibulares".

Já a coordenadora do Curso e Colégio Objetivo Verla Lúcia da Costa Antunes elogiou o formato da prova. "Tem características que são muito marcantes e não é uma prova difícil. Fica entre médio e fácil. Faz com que o aluno saia da prova contente, por ter sido avaliado pelo que, de fato, aprendeu, sem perguntas de rodapé, sem coisas dificílimas. É uma prova bem elaborada e clara que serve à sua função, que é de filtrar alunos para a segunda fase, mais difícil", avaliou.

Ela lembra que os estudantes terão um mês para se preparar para a segunda fase do exame, tempo que pode ser usado para reforçar conceitos que ainda não tenham sido aprendidos.

Abstenção

A taxa de ausentes na primeira fase foi de 6,4% no exame feito nesta quarta-feira, 15. O valor é inferior ao do ano passado, quando 7,7% dos candidatos faltaram. Ao todo, 100,8 mil dos 107,7 mil inscritos fizeram a prova. O município que teve mais ausências foi Registro, com 14% dos 516 inscritos ausentes. A prova foi aplicada em 31 cidades paulistas.

Metade das vagas da Unesp é reservada para egressos de escola pública.

Loading...
Revisa el siguiente artículo