Metroviários do Distrito Federal mantêm greve e pedem resposta às reivindicações

Por Agência Brasil
Foto: José Cruz/ Agência Brasil
Metroviários do Distrito Federal mantêm greve e pedem resposta às reivindicações

Após trabalharem no último domingo (12) para atender à demanda dos estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),  os metroviários retomaram a greve na manhã desta segunda-feira (13). A decisão, de acordo com a categoria, ocorre após a classe não receber resposta do governo do Distrito Federal, relacionada à negociação. O Metrô está abrindo as estações somente no horário de pico, das 6h às 10h e das 16h30 até as 20h30.

Em um comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Distrito Federal (Sindimetro-DF) informou que fará uma assembleia extraordinária ainda hoje (13), às 20h, na Estação Praça do Relógio, Taguatinga, para deliberar sobre as ordens do dia seguinte, como os informes gerais, decisão para suspender ou continuar a greve, operação de emergência com base na Lei de Greve e a autorização para celebrar acordo ou termo aditivo.

Em nota, o Sindimetro-DF informa que os metroviários aguardam uma resposta do governo e lamentam a falta de proposta para nomeação dos aprovados no concurso de 2014, tendo em vista que o número acordado no concurso seria necessário para a melhoria da prestação de serviço no metrô e por isso a população está sofrendo com os atuais problemas.

Até a publicação da matéria, o GDF não havia se pronunciado.

Loading...
Revisa el siguiente artículo