BRT prevê Terminal Central e ponte estaiada em Campinas

Por METRO Campinas
Viaduto vai ser- construído sobre a Barão de Itapura | - reproduçÃO/GOOGLE
BRT prevê Terminal Central e ponte estaiada em Campinas

A implantação dos dois terminais de partida do BRT em direção aos distritos de Campo Grande e Ouro Verde vai provocar mudanças severas na região central da cidade, em especial no trânsito.

O secretário de Transportes, Carlos José Barreiro, anunciou em audiência na Câmara, que o corredor exclusivo de ônibus que vai até o Ouro Verde, terá como ponto de partida o Terminal Central, onde hoje funciona a mais importante instalação de embarque e desembarque de passageiros do transporte público da cidade.

Barreiro diz não ter detalhes sobre mudanças em linhas ou eventuais adequações viárias que a ocupação do terminal vai exigir. “O projeto ainda está avaliando isso”, explicou ele.

A Emdec chegou a estudar duas outras possibilidades para abrigar a ligação com o Ouro Verde. Um deles era na região da Estação Cultura e outra mais abaixo, na Campos Sales. As duas , no entanto, foram descartadas.

O outro terminal de partida – que vai ligar o Centro ao Distrito do Campo Grande – vai provocar mudanças importantes na região do Mercadão. O secretário disse que a Emdec já começou a notificar os proprietários de imóveis que deverão ser desapropriados na região da antiga rodoviária. Serão 86 áreas afetadas, mas segundo a Emdec, só 23 delas estão ocupadas. O restante é área livre. As áreas estão localizadas em trechos das ruas Dr. Ricardo, Francisco Elisário, Saldanha Marinho e Dr. Mascarenhas.

Na Francisco Elisiário, haverá a construção de um viaduto estaiado – o único entre as 16 pontes e viadutos previstos nos projetos dos dois corredores – a ser construído neste estilo. “Optamos pelo estaiado porque, neste caso, vai ficar mais barato”, disse Barreiro.

A previsão de término das obras é de 36 meses. O investimento é de R$ 450 milhões.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo