A era digital chegou a Belo Horizonte

Por Pedro Nascimento - Metro Belo Horizonte
Reprodução
A era digital chegou a Belo Horizonte

Os dias de fantasmas, chiados e imagem tremida chegam ao fim em Belo Horizonte. A partir desta quarta-feira, seguindo o cronograma da Anatel, todos os canais abertos de televisão passarão a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital, que passa a programação com imagem e som de cinema. Quem ainda não providenciou a antena UHF e o conversor digital vai ficar sem ver TV.

Segundo a Anatel, o desligamento do sinal em Belo Horizonte será gradativo e vai até o 22. O motivo é a falta de televisores preparados para receber esse tipo de tecnologia. Uma pesquisa do Ibope constatou que cerca de 10% dos domicílios na capital ainda utilizam sinal analógico, o que impediu o Gired (Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais) de realizar o procedimento de uma só vez.

“Ainda existem muitos domicílios que não possuem o kit digital. Por isso, nós propomos ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que a mudança seja dessa forma”, explica a gerente regional da Seja Digital, Deisy Feitosa. O desligamento do sinal digital ocorre em Belo Horizonte e outras 38 cidades de Minas Gerais.

Kits gratuitos

Até agora, foram distribuídos 364 mil kits gratuitos, disponíveis para famílias de baixa renda ou inscritas em programas sociais do governo federal. Inicialmente, a Seja Digital divulgou que seriam distribuídos 415 mil kits, mas o número saltou para 485 mil devido à demanda. “A procura aumentou bastante com a aproximação do fim do sinal analógico. Tem muitas pessoas que irão buscá-los depois que o sinal for desligado”, afirma Deisy Feitosa.

Para ganhar o kit e ter acesso ao sinal digital, é preciso acessar o site sejadigital.com.br ou ligar no 147, informar o número do CPF, PIS ou NIS (Número de Identificação Social), e agendar a retirada do kit em uma das 38 agências dos Correios, que será informada no momento do agendamento. Para quem não é atendido pelos programas sociais, o kit com antena e conversor é vendido em lojas de produtos eletrônicos espalhadas pela cidade. Em média, o produto é vendido por R$ 200. Quem possui televisores a partir de 2011 não precisa do conversor.

Loading...
Revisa el siguiente artículo