Desonestos vão pagar o preço, diz prefeito de São Bernardo Orlando Morando

Por Metro ABC
Divulgação
Desonestos vão pagar o preço, diz prefeito de São Bernardo Orlando Morando

Quase uma semana após operação do Ministério Público que investiga fraudes na Secretaria de Gestão Ambiental de São Bernardo, o prefeito Orlando Morando disse ontem que integrantes desonestos de seu governo terão de pagar o preço na Justiça. “Honestidade é de índole. Não estou aqui para acusar ninguém (se é inocente ou culpado). Todos os mecanismos (dentro da prefeitura) já são de controle. A vida oferece sempre dois caminhos: o mais lento, mais difícil,   da boa retidão, e o mais fácil, que via de regra tem parado na Justiça. O que deixo claro a cada secretário é que quem cometer qualquer ato em desconformidade com a lei não contará comigo. Nós queremos um governo justo, da forma que eu sou, e honesto como sempre fui. Quem fugir desta linha, vai pagar o preço da lei”, afirmou.

Morando exonerou do cargo o então secretário da pasta, Mário de Abreu, um dos alvos da investigação, que segue em segredo de Justiça. Na sexta-feira passada, a revista “Época” publicou detalhes do possível esquema, que incluiria a compra de cargos e funcionários fantasmas. Abreu nega as acusações.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo