Esculturas de elefantes amanhecem em jaulas em São Paulo

Por Metro Jornal São Paulo

Nesta quarta-feira (9), seis esculturas de elefantes que fazem parte da exposição mundial "Elephant Parade"– e estão espalhadas em São Paulo –, amanheceram enjauladas e com mensagens sobre a caça ilegal e o aprisionamento da espécie em condições precárias.

A intervenção foi realizada pela marca de bebidas alcoólicas Amarula, que tem o animal como símbolo e patrocina o evento na capital, com a proposta de chamar a atenção do público para a preservação da espécie.

Quero ajudar!
Quem se interessar pela causa pode ajudar de uma maneira simples: basta tirar uma foto ou selfie de um dos elefantes da exposição e depois compartilhar a imagem nas redes sociais com a hashtag #CoraçãodeElefante. Para cada publicação realizada pelos internautas, a Amarula destinará R$ 1 ao Santuário de Elefantes Brasil, ONG (Organização Não-Governamental) que realiza o resgate de animais que vivem em cativeiros.

Ao fim da "Elephant Parade", as seis obras serão leiloadas e o dinheiro arrecadado também será destinado à organização.

Onde estão?
Para fazer sua selfie, fique atento aos locais onde cada elefante se encontra na cidade:

  • Coração de Marfim – Rodrigo Falco (Av. Paulista, 1294)
  • Elefa – Mauro Martins (Avenida Paulista, 1500)
  • O Jardineiro do Entardecer – Binho Ribeiro (Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2785, com a avenida Cidade Jardim)
  • ULA  – Antonio Peticov (Rua Estados Unidos, 1595 com rua Haddock Lobo)
  • Sunset – Rafael Mantesso (Parque do Povo)
  • Branda – Gian Luca Ewbank (Avenida Brigadeiro Faria Lima com avenida Juscelino Kubitschek)

Conheça as obras:

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo