Advogado que bateu em carro e matou comissário já está em liberdade

Por Carolina Santos
Edu Silva/Futura Press
Advogado que bateu em carro e matou comissário já está em liberdade

O motorista do carro que provocou um acidente que resultou na morte de um comissário de bordo na avenida dos Bandeirantes  já está em liberdade. O caso ocorreu na sexta-feira.

Um dos veículos capotou, pegou fogo e o motorista morreu carbonizado no local.

Artur Falcão Sfoggia, de 33 anos, ficou detido até o sábado, mas foi liberado após um alvará de soltura. Ele havia fugido do local do acidente sem prestar socorro.

 O advogado, que vai aguardar as investigações em liberdade, deverá ser indiciado por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

“fatalidade”

“Foi uma fatalidade que pode ocorrer com qualquer um de nós”. Assim o advogado do motorista Artur Falcão Sfoggia classificou o acidente que matou o comissário de bordo Alexandre Stoian.

Dhyego Lima negou que o cliente tenha fugido do acidente e negado socorro. O defensor sustenta que Artur tentou ajudar a vítima e, por isso, teve queimaduras de segundo e terceiro graus.

O advogado acrescenta que o motorista ficou com pânico e medo de ser linchado na Avenida dos Bandeirantes. Dhyego Lima alega que o cliente estava fugindo de uma tentativa de assalto e não disputando um racha.

Loading...
Revisa el siguiente artículo