Morando propõe redução de seu salário na Câmara de São Bernardo

Morando propõe redução de seu salário na Câmara de São Bernardo
Por: Metro ABC

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), enviou nesta quarta-feira à Câmara pedido para reduzir seu próprio salário. Ele recebe atualmente R$ 30.625,77, valor reajustado em abril do ano passado, quando teve aumento de 19,61%.

A proposta do tucano solicita nulidade ao acréscimo. Assim, o subsídio mensal voltaria a ser de R$ 25.604,69. A medida seria retroativa. Os valores adicionais que foram concedidos ao atual chefe do Executivo, de janeiro até  maio, seriam devolvidos aos cofres do tesouro municipal.

De acordo com a prefeitura, o projeto deve ser votado pelos vereadores na próxima semana.

A justificativa de Morando para a ação é a necessidade de economia do dinheiro público. Caso seja aprovado pela maioria dos parlamentares, a redução vai gerar  economia de R$ 5.021,08 por mês, total de R$ 300 mil ao longo do mandato (considerando 13º salário e férias). Ainda não está claro se os salários dos secretários e vice-prefeito também serão reajustados.

Atualmente, o subsídio de Morando é o maior entre os prefeitos da região.  Em Santo André, Paulinho Serra (PSDB) recebe R$ 27,2 mil e José Auricchio Júnior (PSDB), em São Caetano, R$ 20 mil.   

Loading...
Revisa el siguiente artículo