"Advogar para o crime compensa", afirma advogado do Paraná em vídeo

Por fabiosaraiva
O advogado, que gravou vídeo ostentando dinheiro e enviou pelo WhatsApp | Reprodução O advogado, que gravou vídeo ostentando dinheiro e enviou pelo WhatsApp | Reprodução

Um advogado de Ponta Grossa, no Paraná, declarou em um vídeo que “advogar para o crime compensa” e mostrou os mais de R$ 5 mil recebidas em espécie pelo trabalho. As imagens foram compartilhadas com um grupo de amigos no WhatsApp, mas acabaram vazando na internet.

“Gente, trabalhando aqui, cara de cansado, fazer o quê? Sexta-feira tá fraco, mas pra sexta-feira tá bom, né. Dá uma olhada aí, dizem que o crime não compensa. Realmente, o crime não compensa. Mas advogado para o crime compensa”, disse o advogado no vídeo, que teve repercussão negativa na cidade – principalmente entre os colegas de profissão.

Agora ele terá que prestar esclarecimentos à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A entidade instaurou processo administrativo para apurar se houve violação do Código de Ética.

O advogado tem 15 dias para apresentar uma justificativa. Depois, um relator será indiciado ao processo e a defesa será apresentada. Ele poderá ser julgado pelo Conselho de Ética.

Em entrevista à BandNews FM Curitiba, o advogado disse que não tinha a intenção de dar publicidade ao vídeo e que jamais faria apologia ao crime. E acrescentou: “se eu tivesse cheio de boleto bancário para pagar ninguém estaria falando nada. Agora só porque eu tive uma quantidade razoável de um serviço que eu fiz de forma honesta e profissional as pessoas querem ver a maldade”.

O advogado afirmou que vai descobrir quem repassou o vídeo e depois moverá uma ação contra a pessoa. “A brincadeira era entre amigos, um grupo fechado”, argumentou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo