Em três semanas, Cantareira tem só 19% da chuva prevista

Por Carolina Santos
Reserva de Jaguari-Jacareí, em Bragança Paulista | Luis Moura/Folhapress Reserva de Jaguari-Jacareí, em Bragança Paulista | Luis Moura/Folhapress

Faltando uma semana para o fim do mês, o sistema Cantareira continua sofrendo com a estiagem que atinge a região Sudeste.

Segundo medição da Sabesp, no acumulado de outubro, choveu apenas 19% do previso para todo o mês no sistema.

Foram 25,2 mm em 24 dias, muito abaixo da média para o mês de outubro –130,8 mm.

Por causa da seca, o nível do Cantareira voltou a cair nesta quinta-feira, e chegou a 3%, atingindo um novo recorde negativo.

O sistema Alto Tietê também tem sido afetado pela seca. Na quinta, os reservatórios tinham 8,2% da capacidade – 0,2 ponto percentual a menos do que o do dia anterior. Ali, choveu apenas 16% dos 117,1 mm esperados para todo o mês de outubro.

Caso continue neste ritmo de queda, o segundo maior manancial da Grande São Paulo pode ficar seco em menos de dois meses, antes do Cantareira.

Segundo a Sabesp, o Alto Tietê tem capacidade para 521 bilhões de litros. Na quarta-feira, as cinco barragens que formam o manancial localizado entre Salesópolis e Suzano somavam 44,3 bilhões, quantidade que não chega à metade da segunda cota do volume morto do Cantareira, de 106 bilhões de litros. A Sabesp ainda está fazendo obras na represa Jacareí para viabilizar o uso da segunda reserva.

A chegada de uma frente fria pode aliviar um pouco a situação nos mananciais neste final de semana. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), devem ocorrer chuvas em todo o Estado.

Na capital, os termômetros variam entre 29ºC e 16ºC nesta sexta. No sábado, a máxima fica em torno dos 28ºC e pode chover em algumas regiões.

Novo desconto começa a valer em novembro

A Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia) autorizou nesta quinta os novos bônus para quem economizar menos de 20% de água. A medida começa a valer no mês que vem, e o desconto será concedido na conta de dezembro.

Quem reduzir o consumo entre 10% a 15%, terá abatimento de 10% na conta. Se o consumo cair de 15% a 20%, o desconto será de 20%. Desde março, a Sabesp já concedia desconto de 30% para quem atingir o patamar de 20% de economia.

O beneficio é válido para as regiões metropolitanas de São Paulo e de Campinas (a 93 km da capital).

Em setembro, 26% dos usuários reduziram o consumo, mas não chegaram ao patamar exigido. Outros 49% conseguiram o bônus e 25% gastaram mais do que nos meses anteriores.

O bônus havia sido anunciado na semana passada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Ela é uma das medidas tomadas pelo Estado para aliviar a situação das represas e evitar um rodízio no abastecimento.

Reserva de Jaguari-Jacareí, em Bragança Paulista | Luis Moura/Folhapress Reserva de Jaguari-Jacareí, em Bragança Paulista | Luis Moura/Folhapress

São Paulo vai pagar R$ 2 mi por caminhão-pipa 

O governador Geraldo Alckmin autorizou nesta quinta-feira a Defesa Civil do Estado a contratar de forma emergencial 20 caminhões-pipa para distribuição de água à população de Itu.

O contrato emergencial, no valor de R$ 2 milhões, tem duração de 30 dias e, segundo o governo, poderá ser prorrogado se houver necessidade.

Desde a semana passada, moradores da cidade protestam diariamente contra a falta de água.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo