Ativistas invadem sítio e libertam 100 chinchilas

Por lyafichmann
Membros da FLA com os animais resgatados | Reprodução Membros da FLA com os animais resgatados | Reprodução

Cerca de 100 chinchilas cujas peles seriam usadas na fabricação de roupas e acessórios fora resgatadas por ativistas da FLA Brasil (Frente de Libertação Animal). O resgate aconteceu domingo, em um sítio em Itapecerica da Serra.

Um dos donos do local é o presidente da Achila (Associação Brasileira dos Criadores de Chinchila Lanígera), Carlos Peres. A reportagem do Metro Jornal tentou entrar em contato com Peres, mas ele não foi encontrado.

De acordo com comunicado colocado pela FLA em uma rede social, a intenção é manter os animais em local seguro e depois doá-los.  Os ativistas que participaram da ação afirmam que os animais estavam em local com condição imprópria para a criação. A denúncia chegou pela internet.

Uma lei que proíbe a criação de animais para a extração de peles no Estado de São Paulo foi aprovada na Assembleia Legislativa no começo de outubro, mas ainda depende da sanção do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para virar lei.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo