Agentes penitenciários são mantidos reféns em rebelião do PR

Por Nadia
Detentos da Penitenciária Estadual de Maringá mantém dois detentos reféns em rebelião  | Divulgação/Sindarspen Detentos da Penitenciária Estadual de Maringá mantém dois detentos reféns em rebelião | Divulgação/Sindarspen

Dois agentes penitenciários são mantidos reféns por detentos rebelados da Penitenciária Estadual de Maringá, no norte do Paraná. O motim começou por volta das 17h30min de domingo e é liderado por um grupo de sete presos.

Segundo a Secretaria de Justiça, eles reivindicam a transferência imediata de 20 detentos: oito para a região metropolitana de Curitiba, oito para Londrina e quatro para Foz do Iguaçu. As negociações para acabar com a rebelião foram retomadas às 7h da manhã desta segunda-feira.

Não há informações de pessoas feridas, segundo a Secretaria de Justiça. Somente neste ano, o Paraná teve 22 rebeliões e 45 agentes feitos reféns, segundo o sindicato da categoria. A última foi na semana passada, na Penitenciária Industrial de Guarapuava. Ao todo, oito pessoas ficaram feridas, sendo cinco presos e três agentes penitenciários.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo