Segunda cota do volume morto só será liberada se Alckmin admitir racionamento

Por Carolina Santos
Represa do Jaguari, em Jacareí, que abastece o Cantareira | Nilton Cardin/Folhapress Represa do Jaguari, em Jacareí, que abastece o Cantareira | Nilton Cardin/Folhapress

O presidente da ANA (Agência Nacional de Águas), Vicente Andreu, afirmou que só vai liberar a segunda cota da reserva técnica (volume morto) do Sistema Cantareira se o governo estadual admitir que há racionamento.

A Sabesp enviou na sexta-feira o pedido para a retirada da segunda cota do volume morto. No documento, a estatal afirma que vai reduzir a retirada de água do Cantareira para 19 mil litros por segundo e, a partir de novembro, para 18,5 mil litros. Atualmente, a Sabesp capta 19,7 mil litros de água por segundo. A segunda reserva técnica é de 108 milhões de metros cúbicos.

Tarde mais seca do ano

A tarde de ontem foi a mais seca do ano, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Às 15h, a umidade do ar era de apenas 18%. O índice foi registrado pela estação meteorológica do mirante de Santana. O número é o menor de 2014, batendo os 19% registrados na sexta-feira.

A estação do IAG-USP, na Água Funda, também registrou 18%. Em aeroportos, os níveis foram ainda mais baixos: 13% em Congonhas e 16% no Campo de Marte.

A previsão para hoje é de que a umidade fique em 20%, com temperatura entre 20oC e 35oC.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo