Falso médico suspeito de aborto em mulher que morreu se entrega

Por Carolina Santos
Jandira desapareceu no dia 26 de agosto | Divulgação Jandira desapareceu no dia 26 de agosto | Divulgação

O falso médico acusado de ter feito o aborto que causou a morte da gestante Jandira Madalena dos Santos, na Zona Oeste do Rio, se entregou à Polícia Civil nesta quarta-feira. Carlos Augusto Graça de Oliveira é acusado de integrar uma quadrilha especializada no crime. O Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 1000 para quem tiver informações de outros dois criminosos foragidos.

Na terça-feira, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro negou o habeas corpus aos donos da casa onde funcionava a clínica clandestina. No total, 5 pessoas foram indiciadas pelo crime de aborto, morte, ocultação de cadáver e formação de quadrilha.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo