Naufrágio mata três e deixa 11 desaparecidos no Mato Grosso do Sul

O naufrágio de um barco-hotel em Porto Murtinho (MS), no Pantanal, deixou três pessoas mortas e onze continuam desaparecidas. O acidente ocorreu no final da tarde de terça-feira.

A embarcação afundou no rio Paraguai após uma tempestade que atingiu a região. Entre as 27 pessoas a bordo, estavam 16 turistas brasileiros e 11 tripulantes paraguaios. Os três corpos resgatados são de moradores de  Londrina, Sabáudia e Alvorada do Sul.

O primeiro resgate, ainda na água, ocorreu na noite de anteontem. Os outros dois corpos foram achados dentro do barco, localizado a 22 metros de profundidade, no início da tarde de ontem.

O barco-hotel “Sueño del Pantanal” havia zarpado do rio Paraguai no sábado, dia 20. Depois de cinco dias de pescarias, eles já se preparavam para atracar na margem paraguaia, na localidade de Carmelo Peralta, quando o vendaval começou.

“Veio uma rajada de vento muito forte que quebrou os vidros do barco e fez ele tombar”, disse Francisco Paulineli Ferreira, um dos sobreviventes, ao portal Campo Grande News. O turista, de 60 anos, é morador de Alvorada do Sul, a 68 km de Londrina.

Momentos antes de o barco virar, o vendaval derrubou sacos de lixo do barco. Dois tripulantes paraguaios saíram em canoas para recolher o material. Eles ainda estavam na água quando o naufrágio ocorreu. Foram os funcionários que resgataram as pessoas que conseguiram se segurar nos destroços.

Segundo o Corpo de Bombeiros, são pequenas as chances de que os desaparecidos sejam encontrados vivos. Todos estavam nos quartos no momento em que o barco virou.

Loading...
Revisa el siguiente artículo