Casamento coletivo com casal gay é realizado no RS

Por Carolina Santos
Solange Ramires e Sabriny Benites durante o seu casamento | Wesley Santos/Folhapress Solange Ramires e Sabriny Benites durante o seu casamento | Wesley Santos/Folhapress

A união de 28 casais heterossexuais e um casal homossexual formado por duas mulheres foi realizada na tarde deste sábado (13), no Fórum de Santana do Livramento (RS), após o local inicialmente programado para abrigar a cerimônia, o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Sentinelas do Planalto, ter sido alvo de um incêndio supostamente criminoso, motivado por homofobia.

Com segurança reforçada do lado de fora do edifício público, as uniões foram realizadas pela juíza Carine Labres, que usou um traje típico para realizar a cerimônia.

Sorridentes, Solange Ramires, de 24 anos, e Sabriny Benites, de 26, também puderam oficializar seu enlace sem maiores transtornos.

Após o incêndio no CTG, a população da cidade organizou um mutirão com cerca de 100 pessoas para reconstruir o local, que no entanto não recebeu o alvará de liberação a tempo para o casamento coletivo.

As investigações da polícia apontam que o incêndio foi um ato de vandalismo, já que o local estava recebendo ameaças por causa do casamento coletivo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo