Ninguém quer doar móveis para a SPTrans e CET

Por lyafichmann

pufsO pedido de doações de móveis e eletrodomésticos novos e usados para a criação de um Laboratório de Mobilidade, feito pela Secretaria dos Transportes no início do mês, não surtiu efeito.

Até esta quinta-feira, segundo a SPTrans (empresa que administra o transporte público), não apareceu ninguém interessado em doar alguns dos 27 itens pedidos pela secretaria. Entre eles estão pufes coloridos, micro-ondas, impressoras, máquina de café, geladeira e ar condicionado.

O objetivo do laboratório é buscar soluções e inovações para a mobilidade urbana. Segundo a secretaria, grupos de trabalho já estão planejando as atividades do laboratório, mas ainda não há infraestrutura adequada.

Essa é a segunda vez que o secretário dos Transportes, Jilmar Tatto, pede doações, alegando falta de verba. Em março de 2013, após dizer que a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) estava “sucateada”, ele já havia pedido doações de cadeiras e de TVs para a companhia.

Nos últimos anos, a prefeitura vem batendo recordes com a arrecadação de multas de trânsito. Balanço da Secretaria de Finanças mostra que, no primeiro semestre desse ano, foram arrecadados R$ 396,2 milhões, um aumento de 3,6% na comparação com o mesmo período de 2013.

Loading...
Revisa el siguiente artículo