Em São Paulo, umidade do ar deve ficar em torno de 30%

Por Carolina Santos
Paulista enfrenta altas temperaturas além da baixa umidade | Fernando Zamora/Futura Press Paulista enfrenta altas temperaturas além da baixa umidade | Fernando Zamora/Futura Press

O tempo deve permanecer seco na cidade de São Paulo, que registrou recordes de baixa umidade do ar e de altas temperaturas durante a semana.

A previsão para esta sexta-feira, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é que a umidade do ar fique em torno dos 30%, e as temperaturas variem entre 16,8ºC e 28ºC.

Na quinta-feira (11), a capital registrou máxima de 32,9ºC – recorde para o inverno este ano. A umidade relativa do ar no município ficou em 19% na quarta-feira (10), o menor percentual em 2014.

De acordo com Franco Vilella, meteorologista do Inmet, no final da tarde de quinta-feira uma mudança no padrão de ventos elevou a brisa marítima do litoral paulista e, junto com a baixa pressão do oceano, direcionou ventos mais úmidos para a porção do leste do estado, como o Vale do Ribeira, o Vale da Paraíba e a capital.

Cidades dessas regiões estão com média de 30% na umidade do ar. Outros municípios do interior, porém, ainda sofrem com umidades abaixo de 20%.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o percentual ideal de umidade para o bem-estar dos seres humanos é acima de 60%. Segundo os parâmetros do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura, entre 21 e 30% de umidade, decreta-se estado de atenção. Percentuais de 12 a 20% significam estado de alerta.

Quarta-feira (10), a Defesa Civil do município emitiu estado de alerta das 15h às 19h, depois que a umidade atingiu 18,4%. Esse foi o segundo menor percentual aferido neste ano pelo CGE.

Em fevereiro, a umidade chegou a 14,3%. A estação meteorológica do CGE, localizada na zona norte da capital, registrou ontem 35,7 ºC, o segundo dia mais quente do inverno desde o início das medições, há 11 anos.

O meteorologista do CGE, Thomas Garcia, destaca que o clima seco exige atenção com a saúde. Entre as recomendações estão diminuir o ressecamento das mucosas com soro fisiológico nos olhos e narinas, instalar um vaporizador, colocar uma vasilha com água ou estender roupas molhadas para secar dentro de casa.

Outras dicas são ingerir bastante água e não esquecer o protetor solar. De acordo com Thomaz, recomenda-se também evitar aglomerações e não praticar exercícios físicos no horário das 11h às 15h.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo