Governo corrige total de fugitivos da Penitenciária de Pedrinhas

Por Tercio Braga
Presos foram libertados após o muro do presídio ser derrubado por um caminhão | Reprodução/Twitter Presos foram libertados após o muro do presídio ser derrubado por um caminhão | Reprodução/Twitter

Dezesseis horas após bandidos lançarem um caminhão contra o muro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (Maranhão), as secretarias estaduais de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) e de Segurança Pública corrigiram o número de presos que fugiram da unidade. Foram 36 e não seis, conforme a Sejap divulgou inicialmente.

Todos os fugitivos já foram identificados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, desde as primeiras horas da madrugada desta quinta-feira policiais realizam buscas para localizá-los.

Durante a confusão, quatro presos foram feridos e impedidos de fugir. Um quinto detento logo foi recapturado.

Maior estabelecimento prisional do Maranhão, Pedrinhas tem sido palco de constantes rebeliões, brigas e assassinatos. Só este ano, pelo menos 15 presos já foram assassinados no interior da unidade. Em 2013, foram 60 mortes.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo