Carcaça envenenada mata 15 urubus em Campinas-SP

Por Tercio Braga
Animais foram encontrados em terreno e depois levados para o aterro Delta |  Thomaz Marostegan/ Metro Campinas Animais foram encontrados em terreno e depois levados para o aterro Delta | Thomaz Marostegan/ Metro Campinas

Quinze urubus morreram nesta segunda-feira no Jardim Nossa Senhora de Lourdes, em Campinas, interior de São Paulo O caso ocorreu depois que as aves comeram carcaças de dois cachorros que foram mortos, segundo equipe da prefeitura, ao ingerirem “chumbinho” – produto usado para matar ratos.

Os animais foram encontrados por volta das 15h num terreno baldio localizado na rua Fernando Vaqueiro Ferreira. Equipes da Guarda Municipal e da AR 6 (Administração Regional) retiraram os bichos do local e enterraram no aterro Delta.

De acordo com o coordenador da AR 6, Heicmat Ghndur, as carcaças das aves e dos cães foram encontradas em estado de decomposição e existe a suspeita de que os cães foram envenenados por alguma pessoa que não gosta de animais.

“É coisa de vizinho que quer atacar o outro. Isso é lamentável porque é crime contra a vida do animal”, afirma Ghndur.

Morador do Jardim Nossa Senhora de Lourdes, o empresário Edinaldo Augusto de Souza, de 30 anos, afirma que os cachorros foram jogados no terreno no último sábado e que ontem os urubus começaram a sobrevoar o local para se alimentarem dos cães mortos.

“A gente não sabe quem jogou os cachorros no terreno. Eles apareçam do nada. Eu vi que alguns urubus que não morreram na hora ficaram passando mal por um tempo, sem conseguir  voar”, relata.

O coordenador da AR-6 informou que a ocorrência é considerada crime ao meio ambiente e que a Polícia Ambiental foi notificada sobre o caso.

Procurada, a Polícia Ambiental informou que as investigações serão feitas pela Polícia Civil.

Loading...
Revisa el siguiente artículo