Galpão que desabou em Guarulhos continuará interditado

Por Carolina Santos
Laje que desabou estava com o cimento fresco, dizem bombeiros | Mário Ângelo/Sigmapress/Folhapress Laje que desabou estava com o cimento fresco, dizem bombeiros | Mário Ângelo/Sigmapress/Folhapress

O galpão em construção que desabou em Guarulhos, na Grande São Paulo, deixando dois mortos, vai continuar interditado e não há previsão para que a obra seja retomada. O embargo da Secretaria de Desenvolvimento Urbano da cidade deve durar pelo menos até o resultado da perícia para avaliar a qualidade do material usado.

A coordenadora da Defesa Civil, Margarete Martins, já adiantou, no entanto, que algumas paredes do imóvel estão condenadas: “Duas paredes terão que ser demolidas pela própria empresa, segundo parecer do técnico da Defesa Civil”.

Os bombeiros chegaram a procurar por uma terceira vítima nos escombros. Mas equipes que estavam no local confirmaram que apenas dois operários trabalhavam na hora do desabamento.

A construção de cem metros quadrados fica na Estrada Velha de Guarulhos, próximo ao quilômetro 27 da Rodovia Ayrton Senna, no sentido interior. No total, 15 viaturas do Corpo de Bombeiros trabalharam no local.

Loading...
Revisa el siguiente artículo