Rodoviários fazem greve em Mauá, na Grande São Paulo, e em Recife

Por Nadia
Rodoviários entraram em greve em Mauá | William Cury/Rádio Bandeirantes Rodoviários entraram em greve em Mauá | William Cury/Rádio Bandeirantes

Pela segunda vez no mês, mais de 100 mil pessoas são prejudicadas pela paralisação de motoristas e cobradores de ônibus de duas empresas em Mauá, no Grande ABC.

A greve atinge as viações Cidade de Mauá e Eaosa e seria motivada pelo descredenciamento de uma delas por irregularidades na prestação do serviço e o não pagamento de verbas rescisórias.

Das linhas paralisadas, 12 são intermunicipais e fazem a ligação entre Mauá e as cidades de São Paulo, São Caetano e Santo André.

Nesta quinta-feira, motoristas da cidade realizaram um protesto.

Rodoviários voltam a fazer greve no Recife

Motoristas e cobradores de ônibus do Grande Recife ficaram de braços cruzados pela terceira vez em oito dias de paralisação. Mais de dois milhões de passageiros são prejudicados e as ruas estão sem ônibus desde as 4h.

Na última semana, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) suspendeu, temporariamente, o aumento de 10% no salário e de 75% no tíquete-alimentação da categoria. Esse índice de aumento havia sido determinado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6), no último dia 30 de julho, após três dias de greve.

De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, apenas 35% da frota saiu das garagens e parte ainda ficou parada nas ruas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo