Novos vídeos mostram drama vivido por Bernardo

Por Tercio Braga
Bernardo chegou a ameaçar pai com um faca | Reprodução/Band Bernardo chegou a ameaçar pai com um faca | Reprodução/Band

Novos vídeos revelam mais detalhes do drama vivido pelo menino Bernardo na casa onde morava com o pai, Leandro Boldrini, e a madrasta, Graciele Ugoline, no interior do Rio Grande do Sul. O casal está preso, acusado pelo assassinato do garoto, ocorrido em abril deste ano.

As imagens mostram o desespero de Bernardo e a frieza do pai, que gravava as brigas com o filho.

O primeiro vídeo mostra que o menino se irritava com a prática do pai de gravar as suas reações. Nele, o garoto aparece segurando uma faca de churrasco, depois um facão, enquanto o pai o provoca continuamente.

No segundo vídeo, Bernardo aparece chorando dentro de um armário e, novamente, demonstra irritação com a filmagem.

Também nesta semana áudios e outro vídeo mostraram outro episódio de tensão entre o garoto, o pai e a madrasta. Nele, Bernardo grita seguidamente por “socorro”.

Para a psicóloga Denise Quaresma, que analisou os trechos, o menino foi mais que maltratado antes de ser assassinado. “Bernardo morreu todos os dias”, disse a especialista sobre o constante sofrimento psicológico do menino.

Segundo a polícia, os vídeos foram gravados pelo pai e a madrasta com a intenção de provar que Bernardo era um menino agressivo, mas as imagens incriminam ainda mais o casal.

Bernardo foi morto e enterrado em um matagal no norte gaúcho no início de abril. Quatro réus respondem por homicídio e ocultação de cadáver: o pai, a madrasta, uma a amiga dela, Edelvania Wirganovitz, e o seu irmão, Evandro Wirganovitz. A próxima audiência de instrução do caso será no dia 8 de setembro, mas ainda não há previsão para o julgamento.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo