Monotrilho de São Paulo começa a operar no sábado

Por Tercio Braga
Monotrilho da linha Prata passou por testes de operação nesta quinta-feira | Ale Vianna/ Brazil Photo Press/Folhapress O trecho que entrará em operação vai da estação Vila Prudente até a Oratório, com menos de 3 km de extensão | Ale Vianna/ Brazil Photo Press/Folhapress

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o secretário dos Transportes Metropolitanos Jurandir Fernandes prometeram colocar em operação no sábado o monotrilho da linha 15-Prata.

O prazo  foi dado durante inspeção das obras na estação Barra-Funda. No local, Alckmin foi alvo de vaias, que partiram de um grupo que acompanhava a visita. Por outro lado, o governador recebeu vários pedidos para tirar “selfies”.

O trecho que entrará em operação vai da estação Vila Prudente até a Oratório, com menos de 3 km de extensão. Segundo Fernandes, o ramal vai funcionar apenas aos finais de semana.

A linha, que deveria ter sido entregue no ano passado, só passará a funcionar integralmente em outubro. Fernandes explica que a demora ocorre por conta da necessidade de se cumprir critérios de segurança e testes de operação nos trens. “As entidades internacionais exigem 300 horas de operação para homologar os trens. Essa operação faz simulações com passageiros, mas não tem usuário comum”, explicou o secretário.

Quando a Linha 15 estiver pronta, terá 26,6 km e 18 estações, ligando a Vila Prudente à Cidade Tiradentes, na zona leste. A obra custará R$ 6,4 bilhões.

Linha Amarela

Alckmin ainda informou que pretende entregar outras duas estações da linha 4-Amarela ainda este ano:  Fradique Coutinho, prevista para o dia 25 de setembro, e Oscar Freire, que deve ser inaugurada até o final de dezembro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo