Consumidor não será reembolsado por aumento dos pedágios em SP

Por Nadia
Movimento na Rodovia dos Imigrantes foi intenso na volta do feriado | Adriano Lima/Brazil Photo Press/Folhapress Anchieta é uma das vias que teria reajuste no pedágio | Adriano Lima/Brazil Photo Press/Folhapress

Apesar de o Tribunal de Justiça de São Paulo ter suspendido os aumentos dos pedágios nas rodovias Castello Branco, Imigrantes, Anchieta e Raposo Tavares, dificilmente o consumidor será reembolsado.

Os reajustes ficaram em vigor por apenas um dia, antes de a Justiça considerá-los abusivos.  Das 19 concessionárias que administram rodovias no Estado de São Paulo, apenas a CCR Autoban, que controla o sistema Anhanguera-Bandeirantes, foi autorizada a continuar cobrando os valores reajustados pelo IPCA.

O professor da Escola Politécnica da USP e especialista em transportes Telmo Giolito Porto ressalta que os aumentos estão previstos em contrato e o valor arrecadado é importante para investimentos nas rodovias.

Mas consumidores ouvidos pela BandNews FM reclamam e dizem que poderiam usar o dinheiro dos pedágios para pagar outras contas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo