Aulas no campus leste da USP são retomadas nesta segunda-feira

Por Nadia

As aulas no campus leste da USP (Universidade de São Paulo) foram retomadas nesta segunda-feira, após seis meses de interdição. A área foi fechada em janeiro por causa da contaminação no solo.

Entre as obras realizadas para permitir a reabertura estão a instalação de 23 bombas de ventilação e o isolamento de uma área onde a terra contaminada foi depositada.

O local, que foi construído em uma área de preservação ambiental, estava fechado por causa da presença de gás metano (inflamável) e do despejo de terra contaminada com componentes tóxicos.

Tudo começou em setembro de 2013, quando o caso veio à tona. A Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) autuou a USP por não cumprir as exigências de controle e despoluição do solo. Parte do campus foi interditada e os professores e alunos decidiram entrar em greve por causa dos riscos.

Em outubro, a Cetesb multou a USP em R$ 96.869,35. A companhia alegou que os prazos dados pela universidade para a despoluição do solo não eram satisfatórios. Além disso, a universidade não tinha instalado o sistema de extração de gases em todos os prédios, entre outras coisas. A greve foi encerrada, até que a Justiça determinou a interdição do campus, medida cumprida a partir de janeiro deste ano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo