Ministério Público vai recorrer de decisão sobre Richthofen

Por Nadia

O Ministério Público de São Paulo vai recorrer da decisão da Justiça de permitir que Suzane von Richthofen cumpra o resto da pena em regime semiaberto.

A presidiária, condenada a 39 anos de cadeia pela morte dos pais em 2002 foi autorizada a sair da cadeia durante o dia para trabalhar em um escritório de advocacia como secretária executiva.

Segundo o promotor Luiz Marcelo Negrini, responsável pelo caso, um exame realizado com ela aponta que a criminosa não tem condições de sair tão cedo da penitenciária.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo