Lutador suspeito de matar filho é preso no Paraná

Por Tercio Braga

O lutador acusado de matar o próprio filho de dois anos com golpes de jiu-jitsu se entregou nesta quinta-feira (14) à polícia no Paraná. Ele será levado para Vinhedo, no interior paulista, onde aconteceu o crime.

Thiago Ahmar de Moraes, de 26 anos, estava escondido no Paraguai e era considerado foragido desde o dia 28 do mês passado. Durante a agressão, o bebê sofreu traumatismo craniano, perfuração de órgãos vitais e morreu no dia 24.

A primeira versão da família era de que ele havia caído de um brinquedo. Depois, a mãe mudou o depoimento e disse que a criança era agredida com golpes de jiu-jitsu pelo pai, praticante da modalidade.

O empresário e lutador também é acusado de espancar o filho mais velho,  fruto de outro relacionamento.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo