Polícia apreende dois menores por morte de segurança de Lu Alckmin

Por Nadia

A polícia apreendeu dois menores de idade suspeitos de participar do assassinato de um policial militar que estava de folga. Cesar Alex de Azevedo tinha 48 anos e trabalhava na Casa Militar do Palácio do Governo, na equipe de segurança da primeira-dama do Estado de São Paulo Lu Alckmin.

No último domingo, a polícia identificou três suspeitos de envolvimento na morte do agente. Azevedo estava em uma moto quando foi abordado por criminosos por volta das 7h de sábado em Parada de Taipas, na zona norte da capital. O delegado responsável pela investigação, Ismael Rodrigues, diz que a intenção dos bandidos era repassar a motocicleta para algum desmanche.

Os assaltantes também estavam de moto e dispararam três vezes contra o policial, que chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Ainda na noite de sábado, dois irmãos foram presos. Além da dupla, a polícia prendeu uma mulher que tentou ajudar os assaltantes a fugirem. O caso foi registrado no distrito policial da Vila Penteado como latrocínio (roubo seguido de morte).

As motocicletas usadas pelos bandidos foram encontradas em uma viela próxima ao local do crime. O corpo de Cesar Alex de Azevedo foi enterrado neste domingo no Cemitério Jardim da Serra, em Mairiporã, na Grande São Paulo.

Os suspeitos dispararam três vezes contra o policial:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo