Cesp descumpre ordem federal para elevar vazão de represa, diz Aneel

Por Tercio Braga
Leilão de energia foi adiado para o dia 30 de abril | Divulgação De acordo com a Aneel , o menor volume de água no sistema pode afetar a geração de energia | Divulgação

A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) foi notificada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) por estar descumprindo uma determinação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) de elevar a vazão da usina hidrelétrica do rio Jaguari, que faz parte da bacia do rio Paraíba do Sul.

De acordo com a Aneel, a estatal paulista está disponibilizando um terço a menos do volume necessário e isso pode colocar em risco o sistema de geração de energia da Light. Essa é a primeira vez que uma usina descumpre uma determinação do órgão federal.

É do rio Jaguari, em Igaratá, que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), pretende fazer a transposição de água para a Represa Atibainha, que compõe o Sistema Cantareira, que atravessa a pior seca da história. O projeto foi anunciado pelo tucano em março e causou forte atrito com o governo do Rio.

Procurada, a Cesp não se manifestou. Em nota, a secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos disse que o Departamento de Água e Energia Elétrica de São Paulo (DAEE) determinou à companhia que mantivesse a vazão de 10 mil litros por segundo na usina Jaguari “em atendimento à determinação da Lei 9.433/97, que estabelece prioridade ao abastecimento humano entre os múltiplos usos da água.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo