MP denuncia 11 suspeitos de integrar a máfia do ISS em SP

Por Nadia
Ronilson Bezerra Rodrigues, apontado pelo Ministério Público como chefe da quadrilha | Marlene Bergamo/Folhapress Ronilson Bezerra Rodrigues, apontado pelo
Ministério Público como chefe da quadrilha | Marlene Bergamo/Folhapress

O Ministério Público Estadual (MPE) ofereceu à Justiça uma denúncia contra 11 suspeitos de integrar o grupo que fraudava a arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS) de São Paulo. Dentre os denunciados está Ronilson Bezerra Rodrigues, subsecretrário de Finanças na gestão de Gilberto Kassab (PSD), que ainda teve a prisão solicitada pelo MPE. De acordo com as investigações, Ronilson era o líder da Máfia do ISS.

Os suspeitos são acusados pelo MPE de concussão (exigir vantagem por causa de sua função), formação de quadrilha, associação criminosa e lavagem de dinheiro. A máfia teria ocorrido entre 2005 e 2012, e mais de 400 novos empreendimentos foram alvo do grupo. Os fiscais adulteravam o valor do ISS devido de grandes construtoras na hora em que elas pediam o Habite-se das obras, em troca de propinas.

O grupo foi desmanchado em 30 de outubro do ano passado após investigações do Ministério Público e da Controladoria-Geral da Prefeitura de São Paulo indicarem que a máfia teria desviado cerca de R$ 500 milhões.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo