Jilmar Tatto pede doação de móveis para montagem de laboratório

Por lyafichmann
Secretário Jilmar Tatto | Diogo Moreira/ Frame/ Folhapress Secretário Jilmar Tatto | Diogo Moreira/ Frame/ Folhapress

Alegando falta de verba, o secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, está pedindo doações de móveis e eletrodomésticos novos e usados para a criação de um Laboratório de Mobilidade.

O espaço terá como objetivo buscar soluções e inovações para a mobilidade urbana. O edital com o pedido de doação foi publicado na edição desta quarta-feira do “Diário Oficial”. Esta é a segunda vez que Tatto adota a tática. Em março de 2013, alegando que a CET estava “sucateada”, ele já havia pedido doações de cadeiras e de TVs para a companhia.

A nova solicitação inclui 25 itens como pufes coloridos, micro-ondas, impressoras, máquina de café, geladeira e ar condicionado. Segundo a Secretaria dos Transportes, grupos de trabalho já estão planejando as atividades do laboratório, mas ainda não há infraestrutura adequada.

Embora a secretaria afirme que não tem verba, a CET vem batendo recordes na arrecadação com multas.

Balanço da Secretaria de Finanças mostra que houve um aumento de 3,6% na arrecadação com autuações no primeiro semestre deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2013. Foram R$ 396,2 milhões obtidos entre janeiro e junho deste ano, ante R$ 382,2 milhões nos seis primeiros meses de 2013.

Em nota, a Secretaria Municipal de Transportes informa que o edital foi lançado para dotar o espaço de trabalho do Laboratório de Mobilidade da infraestrutura necessária para seu pleno funcionamento. A secretaria afirma que não tem a verba necessária para a implantação do laboratório e que a doação é a solução mais apropriada.

itens

pufs-fax

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo