Clima seco deixa bairros da zona norte em alerta

Por lyafichmann
Paulistanos aproveitam calor na praça do Pôr do Sol, em Pinheiros, zona oeste da cidade | André Porto/Metro Paulistanos aproveitam calor na praça do Pôr do Sol, em Pinheiros, zona oeste da cidade | André Porto/Metro

O tempo seco desta quinta-feira fez o paulistano sofrer. Na estação do Mirante de Santana, onde o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) faz a medição oficial, o índice foi de 24%.

Mas em alguns bairros, ao umidade ficou abaixo dos 20%, o que caracteriza estado de alerta. Na Lapa, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) registrou 19,3%. Em Santana e no Tucuruvi, 19,9%.

Segundo o clínico geral do HCor Abrão Cury Júnior, o clima seco faz aumentar a procura no hospital, principalmente por pessoas que têm rinite ou sinusite.

“Com a baixa umidade, as pessoas têm alterações nas vias respiratória. A recomendação é dormir com o mínimo de umidade, usando um balde ou uma toalha com água no quarto, por exemplo. Essa água vai ser evaporada, melhorando a umidade e diminuindo o desconforto”, afirma Cury Júnior. O tempo seco também dificulta a dispersão dos poluentes, aumentando a poluição.

Uma frente fria que passa pela capital hoje eleva os índices de umidade e aumenta a nebulosidade. A temperatura máxima não deve passar dos 18ºC, bem diferente de ontem, quando a máxima chegou a 26,7ºC.

vox-pop

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo