PM vai rever norma que impede atendimento de ocorrências

Por Nadia
Polícia Militar em frente a agência bancária onde o vigia surtou | Ale Vianna/Brazil Photo Press/Folhapress Polícia Militar em frente a agência bancária onde o vigia surtou | Ale Vianna/Brazil Photo Press/Folhapress

A Polícia Militar de São Paulo admitiu rever a norma que obriga os policiais que estão com viaturas sempre estacionadas no mesmo ponto a pedir autorização para atender ocorrências, mesmo que aconteçam a poucos metros de distância.

Nos últimos dias, a BandNews FM levou ao ar várias queixas de ouvintes que pediram a ajuda de agentes nas ruas da capital paulista, mas não conseguiram. Na maioria das vezes, a recomendação foi para que ligassem para o 190.

Ouvida pela BandNews FM, a coordenadora-adjunta do núcleo de pesquisas do IBC-CRIM (Instituto Brasileiro de Ciências Criminais), Maíra Zapater, questionou a eficácia da norma.

Para o instrutor de ações táticas e especialista em segurança, Lincoln Tendler, o modelo parece não servir para São Paulo.

Segundo a Polícia Militar, quem não for atendido por um PM deve anotar o prefixo da viatura, horário e local da ocorrência para fazer uma reclamação na Corregedoria.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo