Rio deve pagar R$ 100 mil a vítima do massacre de Realengo

Por lyafichmann
Massacre aconteceu em 2011 e completou três anos em abril | Eduardo Naddar/Folhapress Massacre aconteceu em 2011 e completou três anos em abril | Eduardo Naddar/Folhapress

O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) condenou o município do Rio de Janeiro a pagar o valor de R$ 100 mil a um aluno sobrevivente do massacre de Realengo, em 2011. A tragédia terminou com 12 estudantes mortos e 12 feridos.

Segundo o Luiz Luiz Fernando de Andrade Pinto, da 15ª Vara da Fazenda Pública do Rio, “os alunos devem dispor de infraestrutura suficiente para cobrar uma apólice de incolumidade física e moral”.

“Apenas se fizer frente às mais elevadas expectativas de segurança é que alguém poderá assumir a responsabilidade de retirar, ainda que temporariamente, os menores da vigilância de seus pais”, diz a decisão.

O caso

O ex-aluno da Escola Tasso da Silveira Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, entrou no colégio em 7 de abril de 2011 com um casaco preto e munido de duas armas, além de munição.

Ele abriu fogo contra os estudantes do 8º ano atingindo 20 meninas e quatro meninos. Doze deles morreram e outros 12 ficaram feridos.

Veja imagens do massacre:

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo